Evento reúne profissionais da educação para discutir alfabetização

Servidores da Secretaria Municipal de Educação de Senador Canedo e Caldazinha participaram do encerramento do 4º Seminário do Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa (PNAIC) 2016. O encontro foi realizado na noite desta quinta-feira, 23 de março, e propiciou interação entre os profissionais das duas cidades. A troca de experiências e ideias tem como principal objetivo formar os profissionais da educação através de um novo modelo didático, no qual é possível trabalhar tanto a parte teórica quanto a prática, compartilhando experiências através do Seminário e dos estudos realizados durante todo o ano, com o apoio da coordenadora e orientadora do Pnaic.
 
O Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa firmado entre Governo Federal, estados e municípios do país, tem o intuito de alfabetizar as crianças, no máximo, até o final do terceiro ano do Ensino Fundamental. A coordenadora regional do Pnaic, Ailza Cristina Oliveira, destaca que a importância desse projeto é ver o envolvimento de todos os profissionais da educação trabalhando pelo mesmo objetivo. “Para os professores é uma oportunidade de trocar experiências e realidades distintas”.
 
O secretário municipal de educação de Caldazinha, Rafael Teixeira, ressalta que a sua Secretaria tem cumprido com o que o pacto exige, apoiando todos os envolvidos durante o processo. “O mais importante de tudo é ver o comprometimento dos educadores com o Pnaic. Durante todo o ano eles se dedicaram e agora apresentam o resultado de seus trabalhos no Seminário”, afirma. Já o responsável pela educação municipal, Sérgio Gomes, diz que o Pacto é para os professores uma oportunidade de trocar experiências e compartilhar conhecimentos com outros educadores: “É um programa que veio para inovar, ou seja, visar um processo de alfabetização onde os professores se envolvem e os resultados são vistos nas escolas de forma positiva”, concluiu o secretário.

The reading development of some kids , especially those coming from a lower socioeconomic environment, is slow due mainly to the problem of language.