Cultura | 14/01/2010

Tradição da Folia de Reis resiste em Senador Canedo

Ao longo dos anos, com o surgimento de novas tecnologias, muitas tradições culturais foram esquecidas e se perderam no tempo. Algumas festas e manifestações estão presentes apenas na memória dos mais velhos, outras ainda desafiam o tempo e permanecem firmes nos dias atuais, para demonstrar a força e a diversidade cultural goiana. É o caso da Folia de Reis, que acontece todos os anos em Senador Canedo.

A festa foi trazida para a cidade pelas mãos de uma moradora antiga e conhecida de todos, a senhora Deusuíta Santos Souza, ou simplesmente Dona Roxa. São 36 anos de história de uma festa que já faz parte do calendário cultural de Senador Canedo, passada de geração para geração e que permanece firme como um dos símbolos da identidade local.

A primeira edição da Folia de Reis foi realizada em Senador Canedo em 1974, depois da morte do pai da Dona Roxa, que era organizador da festa na Bahia. Para não deixar a tradição se perder, e cumprindo uma promessa feita anos antes, ela trouxe a mesma bandeira utilizada por seu pai, com a imagem de Santos Reis.

De acordo com Dona Roxa há muitos anos, ainda na infância, seu pai sofria com uma doença que o impedia de se locomover. Após um voto que a família fez durante uma Folia o homem foi curado, e o milagre atribuído a Santos Reis. Daí em diante todos os anos a família realiza a festa em agradecimento aos santos.

Em Senador Canedo, a festividade reúne todos os anos centenas de pessoas em uma mesma corrente de fé e devoção. São sete dias de comemoração com direito a muita brincadeira, oração e música. Todos os dias os foliões visitam diversas casas, tomam café, almoçam e jantam, sendo recebidos com alegria pelos anfitriões.

São 45 foliões oficiais, mas o número pode ser bem maior se forem contabilizados os acompanhantes, podendo chegar a 80 pessoas. Em média são visitadas 20 casas por dia, durante as visitas os foliões oram, fazem o terço, realizam um ritual de agradecimento em tono da bandeira dos três Reis Magos, e fazem pedidos para o ano novo.

Além de religiosa e cultural a festa também é um momento de integração, trazendo pessoas de todas as idades e de diversas regiões do entorno de Goiânia.  De acordo com a organizadora todas as pessoas que vão à folia são bem recebidas e bem tratadas. A festa de despedida esse ano será realizada na casa da Dona Roxa, no Jardim Todos os Santos, e deverá reunir cerca de mil pessoas.

Ajuda

Nos últimos anos a administração municipal vem contribuindo com a organização do evento, fornecendo transporte para os foliões, alimentos e tendas para o evento. Entretanto o Departamento de Cultura da Secretaria Municipal de Educação Cultura e Esporte pretende estender ainda mais essa participação. 

A partir do próximo ano será implantado um projeto de assistência diferente, voltado para a preservação da tradição. Entre as medidas que serão adotadas está o cadastramento de todos os participantes da festa. A prefeitura vai fornecer ainda os trajes e os instrumentos musicais utilizados pelos foliões.  O objetivo principal do projeto é manter a tradição e fazer com que ela permaneça viva para as próximas gerações.


 
 
 
Página Inicial | Webmail | Contato
© 2009 Prefeitura de Senador Canedo. Permitida a reprodução desde que citada a fonte.