Investimento prevê a criação de 585 vagas no ensino infantil

Já está sendo realizada a construção do Centro Municipal de Educação Infantil do Residencial Aracy Amaral. A instituição de ensino é um das três que estão sendo construídas no município. Já está em obras o Cmei do Residencial Santa Edwiges e logo terá início o Cmei do Residencial Paraíso. São 585 vagas disponibilizadas para crianças de 6 meses a 5 anos de idade.

O projeto das três obras conta com estrutura administrativa, salas de aulas, pátio coberto, refeitório, lavanderia, cozinha industrial, construção que prevê acessibilidade, com dinâmica para atender a faixa etária, como banheiros e demais acabamentos estruturados com funcionalidade adequada para as crianças; e todos serão contemplados com placas para produção de energia solar.

Planejamento e parceria

As obras das instituições de ensino são resultado de uma parceria entre empresas do ramo de construção civil, a administração municipal e o Ministério Público. A ação conjunta é resultado da assinatura de Termo de Ajustamento de Conduta, que beneficia mais de dez bairros e centenas de famílias.
O documento assinado entre a Prefeitura de Senador Canedo, por meio da Secretarias Municipais de Educação e Cultura, Planejamento Urbano, Procuradoria Geral do Município, a 2ª e 4ª Promotorias de Justiça de Senador Canedo, com atribuições nas áreas de Urbanismo e da Infância e Juventude e representantes de empreendimentos imobiliários prevê as construções. Os projetos foram realizados por técnicos do município, dentro das necessidades do município, consoante as legislações próprias, acompanhados por todas as partes envolvidas. As obras em execução estão sendo acompanhadas por engenheiros e arquitetos da administração municipal, junto à equipe técnica das empresas contratadas pelos investidores, conforme parceria.

Investimento que cresce oferta de vagas

Atualmente a rede municipal de ensino possui 3585 alunos matriculados na primeira fase do ensino infantil. Com o crescimento populacional, a procura por uma vaga tem crescido. Para diminuir o déficit, pela alta demanda, a Prefeitura ampliou em mais de 50% a sua estrutura, com a implantação de extensões, onde prédios foram alugados, e também parcerias com Igrejas e ONGS, possibilitaram o surgimento de novas salas de aula.